Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Francisca

Dom | 20.05.18

5 passos/hábitos para a felicidade permanente

Francisca

Este artigo integra um conjunto de importados do antigo blogue Apenas Francisca.

 

Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade. - Carlos Drummond de Andrade

 

A estabilidade pessoal é o segredo para encontrarmos a felicidade - digo isto porque durante muito tempo eu não era feliz porque não tinha o meu próprio equilíbrio. Normalmente, quando o tema de conversa é este, as pessoas consideram ter dinheiro, ter uma casa e ter saúde como sendo as chaves para a felicidade permanente.

 

 

Não descurando a opinião de cada um, apresento-vos os cinco fatores essenciais para a estabilidade pessoal e encontro da felicidade constante, de acordo com diversos autores e investigadores:

 

1. O nosso corpo

Desde o dia em que nascemos até ao dia em que iremos falecer algo nos acampanhará sempre de forma inevitável: o nosso corpo. Assim, é oportuno cuidarmos fisicamente dele todos os dias fazendo uma alimentação rica, variada e saudável; fazendo exercício; hidratando-o; etc.

 

2. A nossa mente

O nosso psiquismo é também algo que nos acompanhará até ao dia da nossa morte. Desta forma, deve ser estimulado diariamente (como estimulamos um qualquer músculo): quinze minutos de leitura diariamente, resolver um quebra-cabeças de vez em quando, fazer exercícios de memória...

A nossa mente é ainda o típico "manda chuva", isto é, controla tudo em nós: os nossos pensamentos maus e bons, as nossas ações, as nossas decisões; pelo que devemos tentar controlá-la ao máximo fornecendo-lhe diariamente boas energias: pensamentos bons e positivos sobre nós próprios e sobre o mundo e aqueles que nos rodeiam; enunciação de mantras, entre outros.

 

3. O nosso eu espiritual

Desde sempre que a humanidade tenta encontrar-se e comunicar com algo superior a ela seja o Universo, Deus, Alá, Buddha, os seus ente queridos já falecidos... Rezar/orar, meditar e admirar o mundo e a natureza que nos circundam são atividades diárias que nos fazem conectar com aquilo em que acreditamos e que sabemos que nos faz sentir bem, purificados, gratos e felizes.

 

4. A nossa sombra

Sabem quando nos sentimos revoltados com o mundo ou nos afastamos de um grupo de pessoas apenas porque detestamos um dos integrantes? Estas são algumas das situações que nos impedem de vivermos a nossa mais iluminada luz ou, por outras palavras, levam-nos a viver exclusivamente na nossa sombra - sem amor. Embora seja algo que carece de acompanhamento psicológico e de psicoterapia, há pequenos gestos que podemos executar diariamente que nos deixam viver essa nossa luz escondida: dar uma oportunidade àqueles dos quais não gostamos, praticar a gratidão, tentar ver o lado positivo das situações, por aí além.

 

5. A nossa integridade

Quantas vezes já tivemos uma atitude ou praticamos uma ação que, na hora, nos pareceu a melhor e, após uma reflexão, nos questionamos sobre o motivo pelo qual fizemos ou agimos daquela forma  e nos sentimos culpados? Viver de forma ética permite-nos evitar este tipo de sensações que nos deixam mal connosco mesmos porque trata-se das nossas relações interpessoais e com o mundo, da nossa honradez. Agir e falar de forma educada (agradecer, pedir por favor, não interromper os outros, não proferir ofensas, insultos ou palavrões), agir conforme os nossos valores pessoais, respeitar os outros, etc

 

Tentarei ao máximo colocar (ainda mais) em prática estes hábitos diários no ano de 2018 e seguintes. E vocês? 

 

Com amor,

Francisca